06 fev, 2023

Turismo ecológico em Aiuruoca: faça já o seu roteiro!

Confira estas dicas de turismo ecológico em Aiuruoca.

Procurando dicas de turismo ecológico em Aiuruoca? Chegou ao lugar certo!

Afinal, esta é a cidade perfeita para quem quer desfrutar da natureza. Seja apenas relaxando em meio às belas paisagens ou levando a adrenalina às alturas com muitas atividades radicais.

Por isso, separamos aqui algumas dicas que fazem bastante sucesso na região e encantam os visitantes da cidade – a última é imperdível. Então vamos lá!

Por que fazer turismo ecológico em Aiuruoca?

Aiuruoca é uma cidade com o charme e a tranquilidade típicos do Sul de Minas. Localiza-se a 1.050 metros de altitude, no coração da Serra da Mantiqueira.

Mas esse clima bucólico é apenas parte dos encantos da cidade, que atrai turistas dos mais variados perfis e partes do país.

Pois aqui é um belo paraíso para os ecoturistas, que encontram belas trilhas em meio às araucárias e com vistas incríveis. Além dos poços, piscinas naturais e suas mais de 80 cachoeiras de tirar o fôlego – que são os cartões-postais da região.

Porém, existe ainda uma atração especial: o Pico do Papagaio, com 2.100 metros de altitude. O percurso, que reúne os amantes do trekking, é feito através de trilha de nível médio e dura cerca de quatro horas.

Todo o esforço vale a pena: o visual, contornado pelas montanhas que delimitam os estados do Rio e de Minas, é uma visão de beleza sem igual.

Fonte: Trip Advisor

Agora se você quer repor as energias ou apenas aproveitar as delícias locais, prepare-se: quem faz turismo ecológico em Aiuruoca tem uma farta oferta de queijos locais, geleias, meles e até cachaças e azeites premiados.

Como chegar:

A cidade está a cerca de 370 km de São Paulo e a cerca de 330 km do Rio de Janeiro. Já a capital do estado, Belo Horizonte, fica a cerca de 415 km.

  • Vindo de São Paulo: pega a BR-116 (via Dutra) até Cruzeiro, depois segue sentido Caxambu e Juiz de Fora até acessar o trevo de Aiuruoca
  • Vindo do Rio de Janeiro: acesso pela BR-040 até Juiz de Fora, depois chega através da BR-267 até Aiuruoca
  • Vindo de Belo Horizonte: a viagem começa pela BR-381 (Fernão Dias), primeiro até Três Corações e depois pela rota do Circuito das Águas. A partir de Caxambu é só seguir sentido Juiz de Fora até o trevo de Aiuruoca.

Por isso, a grande maioria dos visitantes em busca de turismo ecológico em Aiuruoca chega à região de carro. Assim, podem explorar até mesmo as atrações mais distantes do centro da cidade.

Como boa parte delas tem acesso somente por estrada de terra, que podem ficar um pouco mais desafiadoras nas épocas de chuva, muitos optam por contratar guias locais.

Dicas de turismo ecológico em Aiuruoca

Agora que você já conheceu bons motivos para vir à Aiuruoca, que tal montar seu roteiro para o carnaval e outros feriados? Afinal, este vai ser um ano cheio de feriados – oportunidades perfeitas para visitar nossa região!

Cachoeiras de Aiuruoca

As mais de 80 cachoeiras locais são, sem dúvidas, as grandes estrelas do turismo ecológico em Aiuruoca.

Uma das mais procuradas é a Cachoeira dos Garcias, considerada uma das mais bonitas de Aiuruoca – e vizinha da Olibi.

São 35 metros de queda, com um poço incrível e amplo. Uma vantagem é que o acesso é pelo Casal Garcia Restaurante e Bar – então você pode descansar e recuperar as energias com as delícias locais.

Além dela, outro ponto famoso é o Poço Joaquim Bernardo, bastante indicado para quem está com crianças. O local tem bastante áreas de sombra para relaxar e ainda possui uma boa infraestrutura, com banheiros, lanchonete e estacionamento.

Outra de acesso fácil é a Cachoeira das Fadas, com uma trilha curta e fácil, de menos de 5 minutos, saindo bem perto do Casarão do Matutu.

Cachaça Tiê

Premiada em todo o Brasil, a Cachaça Tiê é produto da sabedoria secular dos mestres alambiqueiros das terras altas de Minas Gerais.

Mas com um detalhe especial: conta com os mais modernos padrões de produção e controle, além dos melhores critérios de sustentabilidade.

Por isso, a visita é um delicioso mix de boa prosa, conhecimento e brindes com essa cachacinha pra lá de boa.

Sítio Cambará

A Fruticultura Sítio Cambará, no caminho para o Vale do Matutu, é uma oportunidade incrível para saber mais sobre a produção das amoreiras, framboesas e blueberries. Além de uma bela maneira de conhecer o turismo ecológico em Aiuruoca.

De quebra, experimentar as deliciosas geleias, produzidas com pouquíssimo açúcar e zero conservantes, tortas e outros produtos de frutas vermelhas.

Sítio Cedro Vermelho

Ainda sobre as deliciosas frutas da região: que tal colher morangos direto do pé para a sua casa? Pois essa é a proposta do Sítio Cedro Vermelho, que fica em Carvalhos, uma cidade a 50km de Aiuruoca.

Basta agendar a visita e fazer um “colha e pague” de morangos sem agrotóxicos. Além disso, você ainda pode fazer a degustação de doces, geleias e licores de morango.

Olibi Azeites Artesanais

A visita guiada em nossa fazenda já é tradição na cidade, por ser a preferida de muitos casais, famílias, grupos de amigos e outros visitantes em busca do turismo ecológico em Aiuruoca.

Leia também: Visita à Fazenda Olibi garante experiências únicas

Em duas horas, os visitantes caminham por nosso olival, conhecem um pouco do nosso sistema de produção, conhecem nossos projetos ambientais – premiados duplamente com o Prêmio ECO Brasil, em 2017 e 2021.

Procurando dicas de turismo ecológico em Aiuruoca? Chegou ao lugar certo! Afinal, esta é a cidade perfeita para quem quer desfrutar da natureza. Seja apenas relaxando em meio às belas paisagens ou levando a adrenalina às alturas com muitas atividades radicais. Por isso, separamos aqui algumas dicas que fazem bastante sucesso na região e encantam os visitantes da cidade – a última é imperdível. Então vamos lá! Por que fazer turismo ecológico em Aiuruoca? Aiuruoca é uma cidade com o charme e a tranquilidade típicos do Sul de Minas. Localiza-se a 1.050 metros de altitude, no coração da Serra da Mantiqueira. Mas esse clima bucólico é apenas parte dos encantos da cidade, que atrai turistas dos mais variados perfis e partes do país. Pois aqui é um belo paraíso para os ecoturistas, que encontram belas trilhas em meio às araucárias e com vistas incríveis. Além dos poços, piscinas naturais e suas mais de 80 cachoeiras de tirar o fôlego – que são os cartões-postais da região. Porém, existe ainda uma atração especial: o Pico do Papagaio, com 2.100 metros de altitude. O percurso, que reúne os amantes do trekking, é feito através de trilha de nível médio e dura cerca de quatro horas. Todo o esforço vale a pena: o visual, contornado pelas montanhas que delimitam os estados do Rio e de Minas, é uma visão de beleza sem igual.  Fonte: Trip Advisor Agora se você quer repor as energias ou apenas aproveitar as delícias locais, prepare-se: quem faz turismo ecológico em Aiuruoca tem uma farta oferta de queijos locais, geleias, meles e até cachaças e azeites premiados. Como chegar: A cidade está a cerca de 370 km de São Paulo e a cerca de 330 km do Rio de Janeiro. Já a capital do estado, Belo Horizonte, fica a cerca de 415 km. Vindo de São Paulo: pega a BR-116 (via Dutra) até Cruzeiro, depois segue sentido Caxambu e Juiz de Fora até acessar o trevo de Aiuruoca Vindo do Rio de Janeiro: acesso pela BR-040 até Juiz de Fora, depois chega através da BR-267 até Aiuruoca Vindo de Belo Horizonte: a viagem começa pela BR-381 (Fernão Dias), primeiro até Três Corações e depois pela rota do Circuito das Águas. A partir de Caxambu é só seguir sentido Juiz de Fora até o trevo de Aiuruoca. Por isso, a grande maioria dos visitantes em busca de turismo ecológico em Aiuruoca chega à região de carro. Assim, podem explorar até mesmo as atrações mais distantes do centro da cidade. Como boa parte delas tem acesso somente por estrada de terra, que podem ficar um pouco mais desafiadoras nas épocas de chuva, muitos optam por contratar guias locais. Quando ir: Uma das melhores épocas para conhecer a cidade e fazer turismo ecológico em Aiuruoca é o período da seca, que vai de maio a setembro. Já os meses entre dezembro e março é marcada pelas chuvas constantes - o que pode deixar as estradas de terra mais escorregadias e dificultar o acesso a alguns locais. Dicas de turismo ecológico em Aiuruoca Agora que você já conheceu bons motivos para vir à Aiuruoca, que tal montar seu roteiro para o carnaval e outros feriados? Afinal, este vai ser um ano cheio de feriados – oportunidades perfeitas para visitar nossa região! Cachoeiras de Aiuruoca As mais de 80 cachoeiras locais são, sem dúvidas, as grandes estrelas do turismo ecológico em Aiuruoca.  Uma das mais procuradas é a Cachoeira dos Garcias, considerada uma das mais bonitas de Aiuruoca. São 35 metros de queda, com um poço incrível e amplo. Uma vantagem é que o acesso é pelo Casal Garcia Restaurante e Bar - então você pode descansar e recuperar as energias com as delícias locais. Além dela, outro ponto famoso é o Poço Joaquim Bernardo, bastante indicado para quem está com crianças. O local tem bastante áreas de sombra para relaxar e ainda possui uma boa infraestrutura, com banheiros, lanchonete e estacionamento. Outra de acesso fácil é a Cachoeira das Fadas, com uma trilha curta e fácil, de menos de 5 minutos, saindo bem perto do Casarão do Matutu. Cachaça Tiê Premiada em todo o Brasil, a Cachaça Tiê é produto da sabedoria secular dos mestres alambiqueiros das terras altas de Minas Gerais. Mas com um detalhe especial: conta com os mais modernos padrões de produção e controle, além dos melhores critérios de sustentabilidade. Por isso, a visita é um delicioso mix de boa prosa, conhecimento e brindes com essa cachacinha pra lá de boa. Sítio Cambará A Fruticultura Sítio Cambará, no caminho para o Vale do Matutu, é uma oportunidade incrível para saber mais sobre a produção das amoreiras, framboesas e blueberries. E uma bela maneira de conhecer o turismo ecológico em Aiuruoca. De quebra, experimentar as deliciosas geleias, produzidas com pouquíssimo açúcar e zero conservantes, tortas e outros produtos de frutas vermelhas. Sítio Cedro Vermelho Ainda sobre as deliciosas frutas da região: que tal colher morangos direto do pé para a sua casa? Pois essa é a proposta do Sítio Cedro Vermelho, que fica em Carvalhos, uma cidade a 50km de Aiuruoca. Basta agendar a visita e fazer um “colha e pague” de morangos sem agrotóxicos. Além disso, você ainda pode fazer a degustação de doces, geleias e licores de morango. Olibi Azeites Artesanais A visita guiada em nossa fazenda já é tradição na cidade, por ser a preferida de muitos casais, famílias, grupos de amigos e outros visitantes em busca do turismo ecológico em Aiuruoca.  Leia também: Visita à Fazenda Olibi garante experiências únicas Em duas horas, os visitantes caminham por nosso olival, conhecem um pouco do nosso sistema de produção, conhecem nossos projetos ambientais – premiados duplamente com o Prêmio ECO Brasil, em 2017 e 2021.  O passeio termina em um papo super gostoso em nosso ponto de encontro, onde damos muitas dicas de harmonização (spoiler: sabia que azeite combina muito bem com abacaxi e sorvete de creme?) e uma degustação com direito a um belo café mineiro! A visita acontece todos os sábados, 3ª e 5ª feiras, às 10h, com datas extras no carnaval e feriados – clique e peça a programação por WhatsApp. Você pode fazer a reserva também pelo WhatsApp / telefone (35) 99983-0957 ou pelo e-mail contato@olibi.com.br. A fazenda fica no Vale do Matutu, em Aiuruoca e você pode encontrar a localização através dos apps Waze e Google Maps como “Olibi Azeites Artesanais”. Pronto! Agora você tem um roteiro e muitas dicas para aproveitar ao máximo o turismo rural em Aiuruoca!

O passeio termina em um papo super gostoso em nosso ponto de encontro, onde damos muitas dicas de harmonização (spoiler: sabia que azeite combina muito bem com uva e sorvete de creme?) e uma degustação com direito a um belo café mineiro!

A visita acontece aos sábados, terças e quintas-feiras, sempre às 10h, com datas extras no carnaval e feriados – clique e peça a programação por WhatsApp.

Você pode fazer a reserva também pelo WhatsApp / telefone (35) 99983-0957 ou pelo e-mail contato@olibi.com.br.

A fazenda fica no Vale dos Garcias, em Aiuruoca e você pode encontrar a localização através dos apps Waze e Google Maps como “Olibi Azeites Artesanais”.

Pronto! Agora você tem um roteiro e muitas dicas para aproveitar ao máximo o turismo rural em Aiuruoca!

1 Comentários Compartilhe

Nelio Weiss

1 Comentários

Diodi Terada

03/30/2023

Conheci o Sr. Nelio através de um workshop realizado no Senac em São Paulo e passados alguns anos fui com minha Familia visitar a Fazenda Olibi e ficamos encantados com a estrutura, os detalhes informados da extração e com a degustação maravilhosa.

Pena que não fomos na epoca da colheita, mas ficou um gostinho de “Quero Mais” e ficou a promessa de um retorno em uma nova oportunidade.

Aiuroca é tudo de bom e tivemos o privilégio de nos hospedar em uma casa localizada no topo e tinha uma vista incrível do Pico do Papagaio.

COM CERTEZA VOLTAREMOS!

Comments are closed.