Além do azeite, oliveira dá origem a outro alimento saudável: as folhas

Compartilhe

Enquanto a maioria das pessoas já sabe que o azeite de oliva faz muito bem para a saúde, poucas sabem que a folha da oliveira também entrega muitos benefícios. Essa é a grande descoberta de médicos e pesquisadores nos últimos anos: em vez de descartar a folha da oliveira, vamos aproveitar todos os nutrientes.

Cada vez mais estudos publicados mostram que a folha de oliveira é riquíssima em polifenóis – compostos que diminuem o processo inflamatório no organismo e combatem os radicais livres e seu efeito de envelhecimento das células. Além disso, as folhas também têm bastante vitaminas e minerais, como potássio, magnésio, manganês, fósforo, selênio e zinco.

Entre os cinco polifenóis mais abundantes na folha, a oleuropeína está presente em maior quantidade. E, para surpresa de muitos, as folhas da oliveira têm mais oleuropeína do que o próprio azeite de oliva. Isso é o que concluiu uma pesquisa da Universidade de Reading, no Reino Unido, publicada no jornal Nutrition and Aging, em 2012.

Para simplificar como os polifenois atuam no nosso corpo, pesquisas evidenciam que a folha de oliveira tem efeito na proteção do sistema cardiovascular, ajuda no equilíbrio da pressão arterial e do índice glicêmico, além de trazer benefícios anti-inflamatórios.

Ainda mais recente, um artigo publicado na revista European Food Research and Technology, em junho de 2016, faz uma revisão dos benefícios da folha de oliveira e seus compostos bioativos – as substâncias presentes nos alimentos que atuam no bom funcionamento dos órgãos e até mesmo no combate de doenças.

De acordo com os autores do artigo, entre os principais benefícios para a nossa saúde estão o efeito antioxidante, prevenção da hipertensão, redução do colesterol ruim e proteção cardiovascular. Essa análise confirma as evidências apresentadas no artigo da Universidade de Reading e até mesmo de práticas medicinais milenares.

O assunto é tão antigo que o primeiro estudo relatando as propriedades medicinais do extrato da folha de oliveira no alívio da febre e da malária foi publicado em 1854. Muito antes disso, a civilização egípcia já considerava a oliveira uma árvore sagrada e usava o chá para tratar muitas doenças. E estamos falando de três mil anos antes de Cristo.

Como consumir a folha da oliveira
Já é possível encontrar extrato de folha de oliveira para vender, mas o chá preparado a partir da folha desidratada é a forma de consumo mais popular. Em países do Mediterrâneo, como Itália e Grécia, esse é um hábito antigo e recomendado para a prevenção de diversas doenças. Considerado mais benéfico do que o chá verde, a bebida da folha de oliveira pode ser consumida de três a quatro xícaras por dia.

Preparo do chá da folha de oliveira
• Ferva 1 litro de água mineral;
• Desligue o fogo e acrescente 3 colheres de sopa de folhas secas de oliveira;
• Tampe a panela e espere por 10 minutos;
• Coe e sirva o chá – de preferência sem adoçar. Se preferir, utilize um pouco de mel.

Dica: você também pode acrescentar algumas folhas de hortelã, cascas de abacaxi, gotas de suco de limão ou raspas de gengibre no chá.


Compartilhe
No Comments

Post A Comment