Azeite na fritura: pode ou não pode?

Como já contamos aqui no blog, um dos grandes mitos sobre o azeite é que ele não deve ser usado no cozimento ou na fritura de alimentos. Afinal, especialistas indicam exatamente o contrário. Por ser menos volátil, o óleo da azeitona apresenta um ‘ponto de fumaça’ mais alto do que outros óleos vegetais. Isso significa que a gordura não se decompõe com facilidade em elementos prejudiciais para o corpo.

Como resultado, pratos cozidos ou fritos com azeite são mais leves e, consequentemente, mais saudáveis.

Azeite na fritura: pode ou não pode?

Virgem ou extravirgem?

Azeites extravirgens têm alta qualidade e, por isso, tendem a ser mais usados in natura na finalização de pratos. Mas não existe contraindicação para usar também no preparo de refeições quentes. Tanto azeites virgens como extravirgens podem ser aquecidos e adotados na hora da fritura. A decisão fica a cargo do consumidor, que deve avaliar o custo-benefício do investimento num bom rótulo.

Atenção ao termômetro

O azeite é uma gordura mais resistente ao calor e, portanto, altamente recomendável para uso em pratos preparados no fogão. Porém, assim como outros óleos aquecidos, o azeite pode atingir seu ‘ponto de fumaça’. Isso acontece quando suas moléculas se quebram e ele satura, devendo então ser descartado.

Para o cozimento ou fritura, o ideal é que o óleo da azeitona seja aquecido até no máximo 220°C, limite de temperatura que ainda preserva as propriedades nutricionais. Nossa sugestão para facilitar esta tarefa é sempre aquecer primeiro a panela e só depois adicionar o azeite. Ao respeitar esse limite de temperatura, o produto pode ser reutilizado por até três vezes, dentro de um período de 10 dias.

Azeite na fritura: pode ou não pode?

Azeite na fritura: pode ou não pode?

Dica de chef

Além de saboroso, o azeite por si só é saudável por ser fonte de gorduras monoinsaturadas e compostos antioxidantes. Mas o alimento também tem o poder de enriquecer outros pratos com suas propriedades. Ao ser usado em frituras, por exemplo, o azeite forma uma camada protetora em volta da comida, impedindo que ela absorva excesso de óleo e fique mais leve e sequinha.

Azeite na fritura: pode ou não pode?

No Comments

Post A Comment